Demência – O Que é Demência? Diagnósticos e Tratamentos

Demência - O Que é Demência? Diagnósticos e Tratamentos

Demência – O Que é Demência? Diagnósticos e Tratamentos: Olá tudo bom? Aqui é o Dr. Willian Rezende e no vídeo de hoje vou falar sobre Demência – O Que é Demência. Demência é um quadro neurológico, crônico e progressivo caracterizado por declínio das funções cognitivas com intensidade suficiente para interferir na vida diária e na qualidade de vida.

Demência – O Que é Demência? Diagnósticos e Tratamentos

Demência – O que é isso?
A Demência é um padrão de declínio mental causado por diferentes doenças ou condições. Mais comumente, a demência ocorre quando células nervosas cerebrais (neurônios) morrem, e as conexões entre os neurônios são interrompidas. Estas interrupções têm uma variedade de causas e geralmente não podem ser revertidas.

A Doença de Alzheimer causa mais de 60% de todas as demências. A Doença Vascular, como o AVC – Acidente Vascular Cerebral, é a segunda causa mais comum.

A Doença de Lewy, que causa a degeneração dos neurônios no cérebro, causa mais 20% das demências.

Outras condições que podem causar demência incluem:

  • Doença do corpoewy
  • Doença de Creutzfeldt-Jakob
  • Traumatismo cranioencefálico
  • Síndrome de imunodeficiência adquirida
  • Abuso do Álcool
  • Doenças degenerativas, como a doença de Huntington e a doença de Pick
  • Muitas outras raras condições degenerativas
  • Em casos raros, a demência é causada por uma condição tratável, podendo ser parcial ou totalmente revertida se a condição for diagnosticada e tratada precocemente:

Depressão

Depressão – Reações adversas às drogas

  • Infecções, tais como sífilis ou meningite fúngica
  • Condições metabólicas, tais como deficiências de vitamina B12 ou do hormônio tireoidiano
  • Nos países desenvolvidos, cerca de 15% das pessoas com mais de 65 anos são consideradas dementes.

Sintomas da Demência

Os sintomas de demência emergem lentamente, pioram com o tempo e limitam a capacidade de funcionamento da pessoa.

O primeiro sintoma de demência é a perda de memória. Todos têm lapsos de memória de tempos em tempos. Entretanto, a perda de memória da demência é maior e afeta a sua capacidade de funcionamento. Por exemplo, esquecer onde você coloca a chave do seu carro é normal. Esquecer como usar a chave é um possível sintoma de demência.

Muitas vezes, alguém com demência não percebe que tem um problema. Ao invés disso, os membros da família reconhecem que algo está errado.

Junto com a perda de memória, uma pessoa com demência pode ter problemas com tarefas mentais complexas. Pode ter dificuldade para equilibrar um livro de cheques, dirigir, saber que dia é hoje e aprender coisas novas. Eles podem ser desatentos, e demonstrar mau julgamento. Seu humor e comportamento também podem mudar.

Conforme o distúrbio progride, a pessoa pode ter dificuldade para falar em frases completas. Pode não reconhecer o seu ambiente, ou outras pessoas. Podem ter problemas com os cuidados pessoais, como tomar banho. Em alguns casos, uma pessoa com demência pode ver ou ouvir coisas que não são (alucinações e delírios). Podem ficar muito agitadas, podem se retirar de outras pessoas.

Há vários tipos de demência e a Doença de Alzheimer é uma delas. A Doença de Alzheimer é caracterizada por perdas progressivas de funções cognitivas.

Demência - O Que é Demência? Diagnósticos e Tratamentos
Demência – O Que é Demência? Diagnósticos e Tratamentos

Leigos podem confundir demência com loucura ou outras doenças psiquiátricas, como a esquizofrenia e a psicose. A demência é um quadro neurológico que envolve a perda de neurônios e, consequentemente, das funções a eles associadas.

São doenças diferentes, entretanto, na fase mais avançada da Doença de Alzheimer é possível o aparecimento de sintomas como delírios e alucinações, que também são encontrados em pacientes psiquiátricos.

Em ambos os casos, é necessário o auxílio de um médico para o uso adequado de medicação, a fim de amenizar tais sintomas.

Diagnóstico da Demência

O médico vai perguntar quando começaram os problemas de memória e com que rapidez eles pioraram. Esta informação, juntamente com a idade da pessoa, pode ajudar a sugerir um provável diagnóstico. Por exemplo:

  • Se a pessoa for idosa e tiver piorado constantemente a memória e outros problemas durante vários anos, um médico pode suspeitar de Alzheimer.
  • Se os sintomas piorarem rapidamente, então a doença de Creutzfeldt-Jakob pode ser uma causa provável.
  • Se a pessoa teve um acidente vascular cerebral anterior ou está em maior risco de acidente vascular cerebral, o médico considerará a demência vascular como a causa subjacente.
  • No entanto, a causa exata da demência em qualquer indivíduo pode muitas vezes ser difícil de determinar.

Para diagnosticar demência, o médico procura ver se a memória de uma pessoa piora progressivamente, juntamente com pelo menos uma das seguintes:

  • Dificuldade em compreender ou usar a linguagem
  • A incapacidade de realizar um ato ou seqüência de atividades motoras proposital

Gostou desse conteúdo? Ficou curioso para saber mais sobre Demência – O Que é Demência? Então vem comigo nesse vídeo que eu garanto que você vai aprender muita coisas boas, porque conhecimento quanto mais difundido melhor para todos. Te aguardo no vídeo!

Me acompanhe nos outros canais:

Site: https://willianrezende.com.br/
Facebook: http://facebook.com/neurologiahoje

Inscreva-se no canal para saber tudo sobre neurologia, psicologia, psiquiatria, sistema nervoso, depressão, dores de cabeça, demência, epilepsia, doença de parkinson, mal de alzheimer, e muitos outros assuntos relacionados, com o médico neurologista Willian Rezende do Carmo: http://youtube.com/channel/UC53RGn66h410b5wkQlNvb3Asub_confirmation=1

#WillianRezende
#RegeneratiNeurologia
#Neurologista
#Neurologia
#Psicologia
#Psiquiatria

Mais Informações sobre Demência na Internet
Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais