Neurologia é a especialidade médica que trata do sistema nervoso, incluindo o cérebro, cerebelo, medula espinhal, os nervos e as junções neuromusculares: onde nervos e músculos se encontram para executar os comandos cerebrais.

Neurologista: qual é a sua função?

O neurologista é um profissional de saúde com formação em medicina e residência médica em neurologia. Seu objeto de estudo são os aspectos físicos e químicos do sistema nervoso, e os desequilíbrios que ocorrem nestes mecanismos fisiológicos.

Saiba o que faz um Neurologista em Dr Willian Rezende Neurologista.

Qual a diferença entre neurologista e neurocirurgião?

Apesar de ambos lidarem com o sistema nervoso, o neurologista clínico e o neurocirurgião abordam diferentes aspectos das doenças neurológicas.
O neurologista trata as doenças clinicamente, portanto, possui grande conhecimento a respeito dos medicamentos, seus mecanismos de ação e interações.
Já o neurocirurgião atua principalmente nas doenças do sistema nervoso que necessitam de tratamento cirúrgico e o foco do seu estudo está em métodos cirúrgicos, ao invés do manejo de fármacos neurológicos.

Neurologista: qual é a sua função?

Quais as doenças que o neurologista trata?

O neurologista clínico trata dos diversos tipos de dores de cabeça e dores relacionadas à medula espinhal, na região lombar ou cervical, por exemplo. Outros sintomas associados ao sistema nervoso e que são tratadas pelo neurologista são tonturas, desmaios, perda de força e de sensibilidade, problemas de memória e distúrbios comportamentais.

Quando existe a necessidade de tratamento cirúrgico, o paciente é encaminhado para o neurocirurgião, e nos demais casos, o neurologista segue com o tratamento clínico.

Quais exames o neurologista pede?

Durante a consulta, o neurologista realiza uma entrevista com o paciente, seguida de alguns exames clínicos, como a avaliação de reflexos, equilíbrio, força e sinais vitais.

Além disso, ele pode solicitar exames laboratoriais, eletroencefalograma, doppler transcraniano, eletromiografia, angiografia cerebral, tomografia ou até mesmo ressonância magnética, que são importantes para identificar a necessidade de cirurgia ou de tratamento clínico.

 

Quais medicamentos o neurologista prescreve?

O tratamento neurológico é realizado com psicofármacos: medicamentos que atuam corrigindo desequilíbrios bioquímicos no sistema nervoso, reestabelecendo as funções nervosas, físicas ou psíquicas.

Outras classes de medicamentos também podem ser indicadas, como analgésicos, anticonvulsivantes, antipsicóticos ou até mesmo relaxantes musculares e vitaminas, dependendo do diagnóstico.

Quando é necessário procurar um neurologista?

Diagnosticar uma doença logo no início pode ser o fator determinante para a cura. Por este motivo, preste atenção aos sintomas que indicam a necessidade consultar um neurologista:

  • Perda súbita de visão, tato, ou fala;
  • Paralisia em um dos lados do corpo ou do rosto;
  • Vertigem ou perda de equilíbrio sem motivo aparente;
  • Sensação frequente e intensa de familiaridade com situações desconhecidas;
  • Dor forte no pescoço ou irradiada para os braços, com diminuição da sensibilidade ou perda de força;
  • Dor forte na região lombar, ou irradiando nas pernas, com ou sem diminuição da sensibilidade, formigamento ou fraqueza muscular;
  • Dormência, ou sensação de “alfinetadas”, nos dedos;
  • Dores que não passam com analgésicos comuns;
  • Perda da consciência;
  • Dificuldade para compreender a linguagem ou para se expressar;
  • Confusão mental ou perda de memória.

Os sintomas descritos acima são apenas uma forma de indicar o momento de procurar ajuda, mas sabemos que a medicina preventiva ainda é o melhor remédio. Incluir uma consulta com o médico neurologista no seu check-up ajuda a garantir a saúde do seu sistema nervoso.

Alguns Exemplos, saiba mais em:

Conheça o Dr Willian Rezende – Neurologista
Para marcar consulta ligue para (11) 2533 0292

Neurologista: qual é a sua função?
5 100% 60 votes